NORDESTE

Natal a cidade das dunas e paisagens deslumbrantes

Natal, capital do Rio Grande do Norte, tem muitos atrativos, os quais não falharam em torná-la um imã para os turistas. Entre eles, pode-se mencionar uma rica história, praias exuberantes e a existência das famosas dunas e falésias e a proximidade de belas lagoas.

Os colonizadores portugueses fundaram a cidade no final do Século XVI, lá instalando um posto militar, o Forte dos Reis Magos, cuja aparência característica, que lembra uma estrela de cinco pontas, fornece à cidade um dos seus mais famosos cartões portais.

No século seguinte, entre os anos de 1633 e 1654, a cidade esteve sob ocupação do invasor holandês. No Século XX, a cidade foi um dos palcos da Intentona Comunista – em Natal, os revolucionários chegaram a vencer provisoriamente e controlar a cidade, sendo posteriormente duramente reprimidos.

Durante a Segunda Guerra Mundial, com a adesão do Brasil aos Aliados, bases militares americanas na região de Natal ajudaram a abastecer as forças na África e na Ásia com suprimentos devido à posição geográfica privilegiada da cidade. Essa bela cidade foi palco de um famoso encontro entre Roosevelt, presidente Americano, que foi visitar as instalações militares americanas na cidade, e o ditador Getúlio Vargas.

Em um destroier estadunidense atracado no Porto da cidade, os dois líderes discutiram a participação brasileira na guerra, inclusive o envio de soldados do que ficou conhecido como Força Expedicionária Brasileira ao teatro de guerra europeu – e contrapartidas econômicas por parte dos Estados Unidos, como a viabilização da Companhia Siderúrgica Nacional.

As praias de Natal e a intensa diversão nas dunas de areia

A praia mais procurada da cidade é Ponta Negra, que possui quatro quilômetros de extensão além de uma desenvolvida infraestrutura turística, que conta com bares, restaurantes e hotéis. Outra famosa praia potiguar é a Praia dos Artistas, convenientemente localizada a cerca de cinco minutos do centro da capital.

– Veja o turismo no – Rio De Janeiro-Rj

– Veja o Turismo em – Curitiba-Pr

– Veja o turismo em – Porto Alegre

Outra das atrações da cidade são as dunas e os passeios de buggy (às quais está intimamente associada a pergunta feita aos turistas: “com emoção ou sem emoção?”) pelas formações de areia. A Praia de Genipabu, localizada em Extremoz, a cerca de vinte e cinco quilômetros da capital, é, graças a suas dunas alvas, altas e íngremes, uma das mais populares opções para essa prática, possibilitando tanto passeios tranquilos como, se for do desejo dos visitantes, experiências mais emocionantes.

Outro local digno de destaque é a Lagoa de Arituba, localizada no município de Nísia Floresta, distando pouco mais de trinta quilômetros do centro de Natal. Lá, há passeios de pedalinho, além de barraquinhas vendendo diferentes tipos de cocada com leite condensado. Pode-se também experimentar o chamado “aerobunda”. A pessoa, presa por uma roldana, parte de uma torre em uma das margens da lagoa em direção à margem oposta, escolhendo quando quer saltar na água.

Um pouco da cultura e do artesanato em Natal

No coração de Natal, localiza-se o famoso Parque das Dunas, o segundo maior parque urbano do Brasil, criado para a preservação da Mata Atlântica. Lá, há trilhas, brinquedos educativos para as crianças, área para piqueniques, oficinas de educação ambiental, um lago artificial e oportunidade para contemplar uma fascinante vegetação.

No que toca a manifestações culturais, pode-se citar o artesanato, um dos mais ricos do país. Na cidade, há vários centros e feiras dedicados à comercialização dos produtos da inventividade popular. Entre os mais relevantes, podem ser mencionados o Shopping do Artesanato Potiguar, no bairro de Ponta Negra, onde fica a já citada praia de mesmo nome, o Centro de Artesanato, que fica na Praia dos Artistas, também já citada, e conta com praça de alimentação, e o Centro de Turismo, instalado onde outrora ficava a cadeia pública da cidade e contando com uma galeria e um restaurante que serve comidas típicas.

A comida típica e como chegar na capital potiguar

Falando em comida, esta é outra área em que a cidade não decepciona. Marcam presença clássicos como tapioca, paçoca (no caso potiguar, trata-se não do doce, mas de uma farofa de carne de sol desfiada), carne de sol, arroz de leite, feijão verde, linguiça do sertão, baião de dois e pratos à base de frutos do mar.

O acesso a capital potiguar é simples. No município de Parnamirim, pertencente à região metropolitana de Natal, fica o Aeroporto Internacional Augusto Severo, mais importante aeroporto do estado do Rio Grande do Norte.

Por terra, o acesso pode ser feito pela BR-101 para quem vem de locais ao sul do estado, inclusive boa parte dos estados nordestinos. Para quem chega através do Ceará, o acesso pode ser feito pela CE-040. A Rodoviária de Natal recebe ônibus de várias companhias, vindos de várias cidades brasileiras.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.