SUDESTE

As praias de Ilha Bela com cenários emoldurados pelo azul do mar

O Parque Estadual de Ilha Bela abrange 85% do território de Ilha Bela. Para começo de conversa, a maior ilha marítima do país, localizada no litoral norte do estado de São Paulo, tem o atrativo que todo mundo já sabe: praias incríveis.

A ilha tem mais de quarenta praias. As praias da Costa Norte da ilha, voltadas para o continente, tendem a ter águas mais serenas e a fazer a alegria dos mergulhadores.

Entre elas podem ser mencionadas a Praia do Saco do Eustáquio, cuja paisagem conta ainda com árvores frondosas e águas transparentes, e a Praia da Fome, cortada por riachos, com água transparente e calma.

As diversas praias de Ilha Bela

As praias da Costa Sul da ilha, voltadas para o mar aberto, tendem a ter águas mais agitadas e ser o território dos surfistas (algumas praias provavelmente devam ser evitadas pelo risco que a água agitadíssima representa).

Entre essas praias, podem ser mencionadas a Praia do Bonete, que tem águas agitadas, é frequentada pelo pessoal do surfe e à qual se pode chegar depois de horas de caminhada leve (há uma vila de pescadores sem energia elétrica lá).

Que fique claro, apesar de tudo que se disse acima, que os encantos de Ilha Bela podem até começar com as praias, mas não terminam nelas. A ilha possui mais de trezentas cachoeiras, algumas delas bem acessíveis. A Cachoeira da Toca e a Cachoeira da Lage talvez sejam as mais famosas da ilha.

Além de surfar e mergulhar (por falar nisso, a Reserva Marinha da Ilha das Cabras é considerada um ótimo lugar para mergulhos), há espaços na ilha que permitem a prática de esportes como trekking, ciclismo, esportes à vela e rapel. Para a aventura que uma pessoa tem em mente, Ilha Bela provavelmente tem o cenário certo.

Os bares e a gastronomia de Ilha Bela

Estabelecimentos como bares e restaurantes mantêm a chama da vida noturna ardendo na cidade, especialmente na alta temporada e nos fins de semana. Os clubes de praia, que abrem nos fins de semana, permitem que role diversão também enquanto o sol está brilhando. Comida de boa qualidade nunca será um problema por toda região da ilha.

Comer bem não deverá ser uma tarefa difícil, há estabelecimentos pra todos gostos na ilha, abrangendo desde pratos da cozinha caiçara (e dá-lhe peixe no prato!) até pratos de culinárias estrangeiras. Mas muitos restaurantes servem o peixe com banana que é um prato bem tradicional da culinária local.

Tem também pizzarias que servem pizzas doces bem típica da região. Você pode conferir também restaurantes com comida Japonesa e tailandesa e muitos restaurantes que servem bastante peixe e frutos do mar e muito botecos, servindo diferentes tipos de petiscos. 

Como Chegar a Ilha Bela

Pode-se chegar a Ilha Bela partindo-se de São Paulo, capital, seguindo pela rodovia Ayrton Senna e depois pela Carvalho Pinto até alcançar o acesso para a Rodovia dos Tamoios, que leva até Caraguatatuba.

A partir dessa cidade, deve-se virar à direita para São Sebastião e daí até o centro da cidade, onde o lugar para pegar a balsa estará indicado por placas.

Quem vem da Cidade Maravilhosa pega a Rodovia Rio-Santos e passa pelas seguintes cidades: Mangaratiba, Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba. Chegando em Caraguatatuba, a pessoa deve se dirigir a São Sebastião, em cujo centro verá as placas indicando o local de partida das balsas.

As balsas partem de meia em meia hora entre as seis da manhã e a meia-noite. Depois da meia noite, as balsas partem de hora em hora. A travessia costuma demorar apenas quinze minutos.

A fila de espera por um lugar em uma balsa pode levar horas, porém, especialmente durante a temporada. Agendar previamente com a DERSA, que administra o serviço de balsas, é melhor. Há diversos ônibus ligando as capitais paulista e fluminense com São Sebastião.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.